Saiba tudo sobre válvulas hidráulicas direcionais

Saiba tudo sobre válvulas hidráulicas direcionais

Válvulas hidráulicas direcionais consistem em componentes essenciais, não só em sistema hidráulicos, mas também em pneumáticos.

As válvulas de controle direcional são formadas por um corpo com passagens internas que se conectam por uma parte móvel. Nas válvulas direcionais, e na maior parte das válvulas hidráulicas industriais, a parte móvel é o carretel.

Qual é a função das válvulas hidráulicas direcionais?

A função da válvula hidráulica direcional é permitir a vazão do fluido sob pressão por meio de diferentes vias, a fim de realizar um trabalho como por exemplo, a movimentação de um cilindro hidráulico.

O principal elemento é um êmbolo, conhecido também como carretel. O carretel é responsável por realizar um movimento deslizante ou rotativo que faz a comunicação entre os canais internos da válvula, dentro do corpo da válvula, direcionando o fluido para a realização do trabalho. Qual a diferença?

Deslizante: o carretel ou êmbolo deslizante possui seção transversal cilíndrica, com segmentos usinados que possibilitam a passagem do fluido com o movimento longitudinal do carretel.
Rotativo: O carretel rotativo pode também ter formato cilíndrico. Ele gira dentro do corpo da válvula, ao contrário do movimento longitudinal. Neste movimento de rotação, orifícios de passagem do fluido são abertos ou fechados através da válvula.

Acionamento

O carretel deslizante pode ser acionado de forma eletromecânica, hidraulicamente ou, ainda, mecanicamente. Uma vez acionada a ação sobre o carretel, o mesmo retorna para a posição neutra – posição de repouso – pela ação de molas, na maioria das válvulas.

Em tipos de válvulas com carretel rotativo, o acionamento ocorre mecanicamente, de forma manual ou por dispositivos mecânicos.

Quais são os componentes e materiais das válvulas direcionais?

Uma válvula direcional constitui-se dos seguintes elementos:

Corpo principal: pode ser de ferro fundido, alumínio, antimônio e até mesmo de composto plástico, quando utilizados em sistemas pneumáticos ou hidráulicos de baixa pressão;
Êmbolo (carretel): normalmente é de aço, mas pode ser encontrado em alumínio, outros metais e em compostos plásticos também, desde que seja utilizado em sistemas de baixa pressão, como citado acima;
Molas: são montadas em uma ou nas duas extremidades do carretel, dependendo da configuração da válvula. Têm a função de manter o carretel na posição neutra, ou seja, quando a válvula não recebe nenhum comando;
Solenoides, alavancas, botões acionadores: depende do tipo de acionamento da válvula.

A representação gráfica das válvulas direcionais utiliza símbolos padronizados. A simbologia que é utilizada para a representação da válvula de controle constitui-se de caixas quadradas adjacentes, que correspondem ao número de posições do carretel. No interior dessas caixas são desenhadas linhas que representam a interligação ou interrupção das vias e a direção do fluido, em cada uma das posições.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>