Manutenção preventiva de bombas hidráulicas

Manutenção preventiva de bombas hidráulicas

Existe, no Brasil, um velho ditado popular que diz que prevenir é melhor que remediar. Apesar de essa frase ser antiga e parecer, a princípio, uma simples amostra da sabedoria popular brasileira, ela está relacionada, de certa forma, a um hábito que pode ser extremamente vantajoso e que deveria ser seguido por um maior número de pessoas: o da manutenção preventiva.

Sem dúvida, por mais que esse ditado possa ser relacionado a praticamente qualquer área de nossas vidas, ele é especialmente adequado para pessoas que trabalham com máquinas que realizam trabalhos pesados e consecutivos, como aquelas que utilizam bombas hidráulicas, por exemplo – esse item, aliás, é um dos que mais carecem de manutenção preventiva, haja vista que se bem cuidado, tendem a não dar problema e a permitir que se trabalhe com maior segurança e eficácia.

A IMPORTÂNCIA DA MANUTENÇÃO PREVENTIVA

A maior parte das máquinas que utilizam bombas hidráulicas estão acostumadas a realizar tarefas pesadas, por vezes repetitivas, que acabam culminando no desgaste gradual das mesmas. Tais peças, quando desgastadas, podem não apenas fazer com que o maquinário fique inoperante, mas também prejudicar o fluxo de trabalho e até mesmo colocar a vida dos funcionários em risco. Por conta disso, é sempre muito importante realizar a manutenção preventiva de suas bombas hidráulicas, com as seguintes vantagens sendo a principal decorrência dessa prática:

  • Ajuda a evitar o desgaste excessivo dos equipamentos, minimizando gastos com trocas e reparos a longo prazo – quando ficar em dúvida se você deve ou não realizar a manutenção preventiva, lembre-se: manter uma peça em boas condições é muito mais barato que substituí-la;
  • Aumenta a segurança dos trabalhadores, fazendo com que acidentes tenham menor propensão de ocorrer e que os funcionários sintam-se mais confiantes e seguros para fazer o seu trabalho, aumentando a produtividade;
  • Evita que as máquinas quebrem constantemente, não levando a rupturas frequentes no fluxo de trabalho;
  • Garante maior precisão e solidez para o maquinário e previne, com isso, a ocorrência de acidentes que possam colocar em risco a segurança dos trabalhadores e os ativos da empresa, minimizando, por exemplo, perdas ocasionadas por quebra e/ou dano de material;

COMO REALIZAR A MANUTENÇÃO PREVENTIVA?

O tipo de manutenção preventiva que a sua bomba hidráulica requer irá depender da complexidade do seu sistema, haja vista que quanto maior for o seu maquinário, mais completa e minuciosa deverá ser a manutenção preventiva do mesmo. Na maior parte dos casos, no entanto, os passos abaixo são suficientes para realizar a manutenção do maior tipo de bombas:

  1. Limpar o fluído constantemente;
  2. Verificar a temperatura e a viscosidade do fluído com frequência;
  3. Conferir se os ajustes do fabricante estão sendo devidamente seguidos;
  4. Verificar se algum componente está desgastado em excesso, a ponta de falhar;

Fora isso, um outro passo que é muito importante é a avaliação das falhas quando elas ocorrem. De fato, por mais que tentemos nos preparar ao máximo e evitar problemas, muitas vezes acidentes são inevitáveis, com a única coisa que podemos fazer nesses casos sendo observar muito bem o que aconteceu, tentar compreender o que, exatamente, causou o problema e procurar tomar medidas que previnam que o mesmo venha a ocorrer novamente.

Na dúvida, no entanto, busque o auxílio de uma empresa especializada na hora de realizar a manutenção de suas bombas ou mesmo de comprar novos equipamentos, como a Ômega Oleohidráulica, por exemplo, uma empresa com mais de 10 anos de experiência profissional, que está à disposição para ajudá-lo no que você precisar!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>