Como consertar um cilindro hidraulico

Conseguir reparar um cilindro hidraulico é uma habilidade essencial, que deve ser adquirida e aproveitada pelas pessoas que usam, regularmente, ou por quem tem experiência de muitos anos, no desenvolvimento e fabricação desses sistemas. A Omega Oleohidráulica realiza a manutenção e teste de bancada em componentes já existentes, com o propósito de garantir o melhor funcionamento possível dos cilindros hidraulicos.

A partir disto, neste artigo, tentaremos passar alguns dos passos para a reparação e o seu correto trato, além de como lidar com os principais obstáculos que podem surgir no manuseio desses cilindros, como os danos no kit de reparo.

Abaixo, listaremos alguns dos problemas comuns que podem quebrar, danificar ou causar mau funcionamento à um cilindro hidráulico e as possíveis “soluções”.

Camisa rachada ou haste dobrada:

Se você notar, a olho nu, a haste do cilindro dobrada ou a sua camisa rachada, não há, praticamente, nada que você possa fazer. Estará na hora de substituir o cilindro ou a peça em questão. Nesse caso, somente uma empresa especializada em cilindro hidraulico pode reconstruí-lo para você. Deverá ser feito um estudo a fim de descobrir a força de flambagem máxima admissivel em sua instalação.

Haste danificada (riscada):

A haste com riscos e marcas danifica a vedação da haste, ocasionando vazamento de óleo. Caso isso ocorra, o cilindro deverá ser desmontado, sua haste deverá ter a camada de cromo removida, uma nova camada de cromo deverá ser feita, e as vedações substituidas.

Conjunto de vedações corrompido:

Se a vedação do cilindro sofre colapso, o fluido pressurizado vaza e perde pressão, prejudicando o trabalho do cilindro. Ele pode ser substituído. Contudo, uma abertura de todo o conjunto do cilindro será necessária. Você pode requisitar o kit de reparo padrão para o seu cilindro, que é fornecido pela empresa fabricante. Ele inclui cilindros de reposição, selos, anéis e outras peças de reposição.

Montagem/desmontagem:

A montagem/desmontagem do cilindro, depende da forma de construção. De maneira geral os cilindros são compostos de camisa, haste, embolo e cabeçote. No êmbolo, encontram-se as vedações que separam a camara inferior da câmara superior, no cabeçote encontram-se as vedações da haste, guias e anel raspador que é utilizado para evitar a entrada de detritos no cilindro. a haste é presa ao embolo e ao cabeçote. esse conjunto é montado posteriormente na camisa. Os cuidados a serem tomados são: limpar o interior da camisa antes de fazer a montagem, proteger a superficie da haste a fim de evitar riscos, montar as vedações e guias com ferramentas próprias a fim de evitar estragá-las e testar o cilindro em bancada para simular o seu funcionamento, ajustando-se a pressão de trabalho no teste.

Conheça nossa linha de Cilindros Hidráulicos

COMENTÁRIOS

  1. Lourival Camargo disse:

    Sou técnico em manutenções indústrial e atualmente estou atuando na área de manutenções hidáulica de munck,retros ,pás , moto niveladora,garras hidraúlicas e rolões.
    Diante da falta de mão de obra especializada acabei abrindo uma oficina própria.
    Tenho diversas ferramentas mas tem hora que falta algumas para um melhor desempenho nas manutenções .
    Gostaria que vocês sugerissem algumas ferramentas que existe no mercado ,pois acredito não conhecer algumas ferramentas.

    • Roberto Chaparro disse:

      Olá, Lourival Camargo.
      Estou pensando em desenvolver um cilindro para a indústria de próteses.
      Você tem experiência nisso?
      Obrigado
      Roberto Chaparro
      (11) 97373-7703

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>