Como as bombas hidráulicas funcionam

O que exatamente uma bomba hidráulica faz? Você claramente sabe o que é uma dessas, senão não estaria aqui. Cada sistema hidráulico possui um tipo de bomba, caso contrário não funcionaria. Mas o que exatamente ela faz e como funciona?

Uma bomba hidráulica cria fluxo em um sistema hidráulico. É comumente equivocado saber que ela cria a pressão no sistema, mas na realidade, a pressão é apenas um produto do fluxo (geralmente medido em galões por minuto). A bomba simplesmente gera o fluxo, e seu tamanho e velocidade determina a quantidade de fluído que pode mover. Se uma bomba está movendo o fluído em um sistema aberto em resistência, não haverá pressão, mas a pressão se cria quando uma carga é introduzida. Se você é familiar com sistemas elétricos, existem muitos paralelos aos hidráulicos, fluxo é similar a voltagem enquanto a pressão é como a amperagem.


Tipos de bombas

Existem muitos diferentes tipos de bombas hidráulicas, em geral bombas de engrenagem, de palheta, de pistão e manuais. Cada tipo é usada para um método diferente e entrega o mesmo efeito, mas são usadas para diferentes aplicações por possuírem diferentes atributos.


Bombas de engrenagem

Esse é o tipo mais comum e versátil de todos, tipicamente utilizado para uma gama enorme de aplicações, além de serem econômicas e eficientes. Elas funcionam prendendo duas engrenagens juntas, o que cria um fluxo e causa baixa pressão em um lado. Ela pode ser comparada a um bom sistema de combustão. É um pouco barulhenta e possui mais vibração que as outras, mas é confiável, eficiente e de fácil manutenção.


Bombas de palheta

Estas usam uma série de ventoinhas para criar o fluxo. O fluido é varrido em torno de uma cavidade semilunar e o fluxo é criado através da diferença de volume pela variação no encaixe. Válvulas de palheta são geralmente mais suaves e silenciosas que as anteriores, por isso funcionam bem em sistemas industriais e unidades hidráulicas que são utilizadas em ambientes interiores. Elas não possuem contato de metal com metal, e compensam em durabilidade, já que as palhetas se ajustam aos encaixes. Elas também são efetivas em transferência de fluídos, graças as ótimas características de sucção.


Bombas de pistão

Estas são mais complicadas e comumente possuem características variáveis de compensação de pressão. Isso significa que essas bombas podem se adaptar ao sistema de pressão, tendo máxima eficiência e flexibilidade. Elas são geralmente usadas em centros fechados, onde o deslocamento da bomba varia de acordo com o trabalho feito. Bombas de pistão utilizam um disco inclinado para mover os pistões e o ângulo desse prato determina a movimentação. A compensação de pressão regula a saída em resposta às variações no sistema. Esse tipo de bomba hidráulica é geralmente o mais eficiente.

Esses são os tipos principais de bombas hidráulicas utilizadas em sistemas móveis, industriais e agrícolas. Existem outros tipos, mas este artigo cobre cerca de 99% das que são utilizadas no mercado. Cada tipo possui suas próprias forças e fraquezas, e estão disponíveis em diversas configurações, especialmente quando você considera que existem bombas duplas e triplas com os mesmos princípios. Agora você tem uma ideia bem completa de como elas funcionam, entre em contato com a Omega e obtenha ajuda detalhada do tipo de bomba necessária para sua utilização!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *