A importância da manutenção preventiva

Os cilindros hidráulicos, bem como as bombas e os motores, são partes importantes do funcionamento de muitos equipamentos e, por isso, devem estar sempre em perfeitas condições de trabalho.

A manutenção de um cilindro hidráulico não pode ser ocasional, pois se assim for, o problema já terá acontecido e o equipamento pode parar de operar por causa da falta de um cilindro em boas condições. Para isso que a manutenção preventiva deve existir, pois se um problema não for detectado com um tempo hábil para sua resolução, pode ser que não possa mais ser consertado.

Algumas questões que devem ser avaliadas na manutenção preventiva periódica são:

Barras inclinadas ou deformadas

Embora esse seja um problema muito raro em cilindros, podem ser ocasionados por falta de observação e cuidado no ato da fabricação e utilização. A manutenção preventiva pode garantir que isso não aconteça, detectando o problema logo no início.

Pressão de funcionamento

Os tubos podem causar vazamentos do fluido e, se isso não for analisado e corrigido com urgência, a eficiência de trabalho do cilindro cai significativamente, portanto, os cilindros devem ser verificados sempre que possível, garantindo máxima autonomia de trabalho.

Rugosidade da haste

Caso a superfície da haste esteja muito acidentada, há risco de vazamento de fluido durante o processo de produção. Por esse motivo, o acabamento superficial da haste deve ser checado periodicamente, garantindo que este atende os padrões rigorosos de funcionamento.

Vedação

Os elementos responsáveis pela vedação devem ter sua eficiência supervisionada com frequência, visto que caso não sejam consertados ao sinal imediato do menor defeito, podem causar o vazamento de fluídos e produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *